Sábado, 21 de outubro de 2017 | 13:32 Expediente | Anuncie Aqui
Buscar notícia
Sul Fluminense
Resende fortalece assistência à população de rua
Publicado em 11/10/2017 | 08h01m
 

Resende
No Brasil, a desigualdade social e a falta da estrutura familiar, muitas vezes podem refletir num futuro incerto para muitos jovens. Atenta às necessidades de reestruturação de famílias afetadas por esta realidade nacional, a prefeitura vem fortalecendo e potencializando os serviços oferecidos no Centro de Referência Especializado em Pessoa de Situação de Rua (Centro Pop). Os resultados das ações realizadas são ainda classificados por especialistas como importante ferramenta de impacto na segurança pública.

O local que funciona de segunda a sexta-feira, de 8 às 17h, disponibiliza aos usuários chuveiros para o banho, máquinas para lavagem de roupas, além da alimentação composta por café da manhã, almoço e lanches durante as atividades. A unidade realiza oficinas de música, futebol, jogos lógicos e cidadania, tendo como objetivo resgatar as relações comunitárias e familiares dessas pessoas.

Diariamente, a prefeitura realiza cerca de 45 atendimentos. Os integrantes acompanhados pela equipe de psicólogos, assistentes e agentes sociais recebem um kit de higiene que contém toalha, sabonete, escova, pasta de dente e até barbeador. Eles ainda possuem direito ao CadÚnico: programa que visa inclusão e redistribuição de renda. Desta forma, benefícios sociais como o Bolsa Família e o Minha Casa e Minha Vida, entre outros, podem ser acessados, auxiliando o governo no desenvolvimento de políticas públicas que atenda as necessidades desse segmento.

O Centro Pop conta com apoio do Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS), que identifica famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social em espaços públicos. Todos os dias, de manhã e de tarde, equipes da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos saem às ruas para identificar quem e qual o perfil dessas pessoas. A abordagem acontece através de ações planejadas de aproximação, escuta qualificada e construção de vínculo de confiança que são desenvolvidas para atender, acompanhar e mediar o acesso a esse público. Duas intervenções noturnas ocorrem no mês.

Parceria que gera empregabilidade
Desde o início do ano, muitos moradores de rua voltaram a ter salário através do Sistema Nacional de Emprego (SINE). Coordenado pela Secretaria Municipal de Trabalho e Renda, o programa dispõe de um conjunto de ações voltadas para facilitar a inserção ou reinserção dos trabalhadores no mercado de trabalho. Para isso, profissionais se dirigem ao Centro Pop orientando na elaboração de currículos e dando dicas de como se portar numa entrevista de emprego.

Debates abertos
A prefeitura realizou no dia 21 de setembro, o II Fórum Municipal sobre População em Situação de Rua. O evento debateu políticas públicas para garantir direitos, além de ações para o enfrentamento dessa realidade.

Foto: Jornalismo/PMR

 
 
 
Leia também
• 16ª edição do Piraí Fest começa dia 20
• Itatiaia continua atraindo novos empreendimentos
• Josimar Salles busca investimentos para Três Rios
> Mais notícias
Jornal VALESULONLINE - Notícias da Região Sul Fluminense - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por LogoMidia