Terça-feira, 14 de agosto de 2018 | 20:12 Expediente | Anuncie Aqui
Buscar notícia
Saúde
Oferta de vacina no Hemorio aumenta doações de sangue
Publicado em 29/01/2018 | 21h35m
 

Rio de Janeiro
O Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti (Hemorio) recebeu 3.578 candidatos à doação de sangue de 22 a 27 deste mês - período em que o Hemorio fez campanha para vacinar os doadores contra a febre amarela. Nos seis dias, o instituto vacinou 2,4 mil pessoas e coletou 2.601 bolsas de sangue - média de 433 por dia.

Antes da ação, a média de bolsas coletadas diariamente em janeiro deste ano era 190. Os números foram divulgados segunda-feira, 29, pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) e revelam aumento de 227% na média diária de bolsas coletadas durante a campanha.

O diretor-geral do Hemorio, Luiz Amorim, ressaltou a importância da campanha de vacinação contra a febre amarela para o reforço dos estoques de sangue nesse período do ano. Advertiu, contudo, que há necessidade de mais doadores, principalmente agora no início da semana do carnaval, quando as doações caem até 40%. O sangue doado é fracionado em três ou quatro componentes e alguns, como as plaquetas por exemplo, duram somente cinco dias. “Quanto mais gente vier doar, é melhor”, disse Amorim.

A SES informou que a vacina contra a febre amarela no Hemorio foi aplicada antes da coleta de sangue, pois é preciso esperar quatro semanas para doar sangue após receber a imunização. Quem teve a doença precisa esperar um ano para poder doar. O Hemorio funciona todos os dias, inclusive sábados, domingos e feriados, de 7 às 18h, na Rua Frei Caneca, 8, Centro.

 
 
Leia também
• Após quase duas décadas, Acre confirma dois casos de sarampo
• Começa Campanha Nacional de Vacinação contra a Pólio e Sarampo
• Saúde quer vacinar 11 milhões de crianças contra sarampo e pólio
> Mais notícias
Jornal VALESULONLINE - Notícias da Região Sul Fluminense - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por LogoMidia