Segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 | 02:52

Volta Redonda - 13/03/2018 | 10h47m

Volta Redonda oferece serviço odontológico diferenciado

Volta Redonda
A população é assistida com serviço odontológico público diferenciado. O município tem nove Clínicas Odontológicas Concentradas (COC), espalhadas pelo município que garantem o acesso da população; os moradores também contam com cirurgiões dentistas em 44 equipes do Programa de Saúde da Família (PSF); e ainda têm atendimento de emergência 24h na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santo Agostinho e no Cais (Centro de Assistência Intermediária de Saúde) Aterrado.

Mais de 100 cirurgiões dentistas atuam no serviço odontológico. Esses profissionais garantem à população tratamento de dentística, periodontia, endododontia, odontopediatria, bucomaxilo e prótese. As unidades estão localizadas nos bairros Aterrado, Santo Agostinho, Siderlândia, Jardim Tiradentes, Conforto, Eucaliptal, Vila Brasília, Retiro e Santa Cruz.

O prefeito Samuca Silva lembra que as Clínicas Odontológicas têm modernos consultórios que ficam numa mesma sala e atendem aos pacientes simultaneamente. O mais importante é o horário de funcionamento estendido, de 7h30min às 19h30min.
“Esse é o horário do trabalhador. Atendemos em três turnos para garantir acesso da população”, afirmou Samuca.

De acordo com o secretário de Saúde, que é cirurgião buco-maxilo-facial, Alfredo Peixoto, a principal porta de entrada para as clínicas odontológicas é o Programa de Saúde da Família, “mas as unidades abrem inscrições de três em três meses para absorver a demanda espontânea”, explicou o secretário, lembrando que no tratamento odontológico o paciente pode demorar a ter alta, o que pode gerar algum tempo de espera pela primeira consulta.

Em 2017, a rede de atendimento odontológica registrou quase 55 mil atendimentos. Foram mais de 50 mil tratamentos de periodontia, 23,5 restaurações, 13 mil canais e 2,5 cirurgias, por exemplo. “Esses resultados comprovam que o serviço trata mais do que extrai dentes. Sinal de que o trabalho de prevenção à saúde bucal no município também é eficiente”, disse o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto.

O trabalho de prevenção acontece em várias frentes. Através do PSE (Programa Saúde na Escola) e em parceria com os CRAS (Centros de Referência à Assistência Social) e os CAPS (Centros de Assistência Psicossocial) os profissionais dentistas fazem palestras e para crianças criaram até o “Cine Dentinho”, que incentivam e ensinam a escovação correta, através de filme de animação.

O serviço de Saúde Bucal também conta com um cirurgião dentista no Programa de Controle do Tabagismo e um odontopediatra no Follow Up, unidade destinada a recém-nascidos de alto risco. O programa acompanha os bebês que nasceram com patologias perinatais (pré e pós-natais) que possam interferir no seu desenvolvimento clínico e psicomotor. Toda criança assistida pelo Follow Up tem acompanhamento para prevenção da saúde bucal. 

CIRURGIAS - O atendimento odontológico do município é completo e conta com uma equipe no Hospital Municipal Munir Rafful (HMMR) para cirurgias eletivas - marcadas com antecedência.
“Esse serviço é utilizado para extração de sisos e voltado para pacientes especiais”, disse o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto.

Fotos: SECOM/PMVR