Segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 | 01:49

Matérias - 13/03/2018 | 12h04m

Dezenas de civis deixam Ghouta Oriental

Síria
Dezenas de civis, entre eles alguns feridos, foram retirados terça-feira, 13, do principal reduto opositor dos arredores de Damasco (Síria), em Ghouta Oriental, alvo de uma ofensiva do exército sírio e seus aliados, informaram a televisão oficial e ativistas.

A televisão síria afirmou que dezenas de civis saíram em duas rodadas a bordo de ônibus, através do corredor humanitário do campo de refugiados palestinos de Wafidin, na periferia de Damasco, e mais pessoas podem deixar a região.

As forças armadas sírias estão encarregadas de garantir a segurança dessas pessoas, na sua maioria mulheres, menores e idosos, que serão transferidas ao centro de atendimento em Al Dueir.

O Crescente Vermelho sírio destacou que suas equipes estão realizando seu "dever humanitário", prestando serviços às famílias que estão saindo de Ghouta Oriental.

A televisão síria não mencionou se está ocorrendo alguma retirada de doentes ou feridos, embora o Observatório Sírio de Direitos Humanos tenha dito que eles começaram a deixar Ghouta Oriental.

Essa organização especificou que a evacuação médica ocorre em áreas sob o controle da facção islâmica, o Exército do Islã, um dos principais da região.

A fonte acrescentou que a evacuação coincide com o bombardeio de áreas ocupadas por outro dos mais importantes grupos islâmicos em Ghouta Oriental, a Legião da Misericórdia.