Quarta-feira, 19 de setembro de 2018 | 00:12 Expediente | Anuncie Aqui
Buscar notícia
Mundo
Parentes das vítimas do acidente aéreo chegam ao Nepal
Publicado em 13/03/2018 | 12h05m
 

Katmandu
Parentes das vítimas do avião que caiu segunda-feira, 12, em Katmandu (Nepal) viajaram terça-feira, 13, para o Nepal, em voo fretado pela companhia aérea US-Bangla, para tentar ajudar no trabalho de identificação dos corpos e acompanhamento dos feridos.

"Um de nossos voos chegou em Katmandu com 46 parentes das vítimas e funcionários. Estamos trabalhando agora na transferência dos corpos para casa e para garantir o atendimento aos sobreviventes", disse Kamrul Islam, um porta-voz da US-Bangla.

Um avião Bombardier Dash 8 Q400 da companhia aérea, com 71 pessoas a bordo, 36 delas de Bangladesh, caiu segunda-feira em Katmandu, durante manobra de aterrissagem e há suspeita de que houve um erro de comunicação entre pilotos e a torre de controle.

No total, 49 pessoas morreram, 25 de Bangladesh, segundo o Ministério das Relações Exteriores desse país, enquanto 22 sofreram ferimentos.

"Em primeiro lugar, devemos identificar os corpos através do relatório forense", afirmou a fonte, acrescentando que a empresa continuará todo processo para o repatriamento dos corpos.

Entre os mortos há dois funcionários do Ministério de Planejamento de Bangladesh, que viajavam ao Nepal para uma reunião regional.

Segundo as autoridades do aeroporto, o acidente pode ter ocorrido por um problema de identificação correta da pista de aterrissagem por parte do piloto.

A US-Bangla também informou ontem que a conversa entre o piloto e a torre revelou  informações incorretas por parte da autoridade de voo, que poderiam levar ao acidente.

 
 
Leia também
• Tufão Mangkhut matou pelo menos 74 pessoas nas Filipinas
• Regime sírio elogia acordo russo-turco sobre Idlib
• Líderes das duas Coreias voltam a se reunir em Pyongyang
> Mais notícias
Jornal VALESULONLINE - Notícias da Região Sul Fluminense - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por LogoMidia