Quinta-feira, 19 de julho de 2018 | 08:35 Expediente | Anuncie Aqui
Buscar notícia
Educação
Prefeitura oferece curso de português para 300 venezuelanos
Publicado em 16/04/2018 | 06h31m
 

São Paulo
A prefeitura firmou parceria com o Centro Universitário Ítalo-Brasileiro para oferecer curso de português a refugiados. Serão disponibilizadas 50 vagas no campus da instituição em Santo Amaro, na zona sul. A cidade deve receber 300 estrangeiros como parte do programa de interiorização dos imigrantes que cruzaram a fronteira em Roraima para escapar da crise econômica e política na Venezuela. Até o momento, 161 venezuelanos estão na capital paulista.

Segundo o secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Felipe Sabará, os participantes do curso serão selecionados a partir do processo de documentação. Aqueles que tiverem a situação resolvida poderão participar das aulas.
“Todos terão direito a cursos, mas nesse primeiro momento, a triagem vai ser baseada naqueles que tem a documentação mais finalizada”, disse após o anúncio. O curso de português terá uma carga total de 30 horas.

Além das aulas, o prefeito Bruno Covas ressaltou que a administração municipal está tentando forma de incluir os imigrantes no mercado de trabalho.
“A prefeitura está buscando espaço no mercado de trabalho com empresas de call center que, inclusive, precisam de pessoas que falem o espanhol para poder atender em espanhol”.

Os venezuelanos estão sendo abrigados em Centros Temporários de Acolhimento, voltados para o atendimento da população em situação de rua.

 
 
Leia também
• MEC divulga resultado da segunda chamada do ProUni
• Brasileiros ganham medalhas em Olimpíada de Matemática
• Brasil gasta 6% do PIB em educação, mas desempenho escolar é ruim
> Mais notícias
Jornal VALESULONLINE - Notícias da Região Sul Fluminense - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por LogoMidia