Quarta-feira, 20 de junho de 2018 | 21:20 Expediente | Anuncie Aqui
Buscar notícia
Brasil
Inspetor baleado na cabeça é o 63º policial morto no Rio
Publicado em 13/06/2018 | 10h01m
 

Rio de Janeiro
Um confronto entre policiais e traficantes na favela de Acari, na zona norte do Rio, resultou na morte do chefe de investigação da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), Ellery Ramos de Lemos, de 51 anos. Ele foi alvejado na cabeça durante uma operação contra os criminosos, na tarde de terça-feira, 12.

Lemos chegou a ser levado para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste, mas chegou morto. Com o caso dele, chega a 63 o número de agentes de segurança mortos no Rio. São 56 policiais militares, três policiais civis, dois agentes penitenciários e dois militares do Exército.

Após a morte do agente, policiais civis de várias delegacias fizeram um cerco na região em busca dos criminosos. Os dados foram divulgados pelo Portal dos Procurados, que está oferecendo uma recompensa de R$ 5 mil a quem der pistas ou apontar os responsáveis pela morte de Lemos. O telefone para denúncias é (21) 2253-1177 e o sigilo é garantido.

 
 
Leia também
• Senado aprova criação do Ministério da Segurança Pública
• FUP entra na Justiça contra venda de quatro refinarias
• Retiradas do PIS/Pasep batem recorde
> Mais notícias
Jornal VALESULONLINE - Notícias da Região Sul Fluminense - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por LogoMidia