Segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 | 02:10

Editorial - 04/12/2018 | 07h08m

Eleições 2020

Embora muitos cidadãos eleitores durmam e acordem longe dos bastidores da política partidária, grupos se mobilizam para o próximo pleito, que ocorrerá daqui a menos de 24 meses.

Partidos engrenam as peças para organizar assuntos que podem beneficiar a população e da mesma dependerá a realidade do que hoje se aguarda e se espera num mandato.

Confesso que até vivia longe dos interrogatórios sobre o assunto, mas diante dos noticiários nacionais, regionais e municipais, abriu-se em meu pensamento um leque com muitas interrogações como “por que não?” e “de novo?”

Na realidade, vi meu perfil deixando o passado na busca de soluções e não acomodações e braços cruzados como a maioria (inclusive eu) fazia e faz.

Está na hora de buscar informações sobre os grupos que apóiam iniciativas e candidatos na próxima eleição.

Está na hora do eleitor parar de criticar e ficar mais consciente dos fatos, de “sair do armário”, cobrando mais atitude daqueles que ganharam a eleição, pretendem no cargo ficar, mas nada fazem em benefício da coletividade.

É preciso acreditar e mudar. Sair do círculo vital faz parte e nessa situação, somente a vontade individual pode mudar o conjunto que, a cada cruzar de braços, engessa mais ainda o que vivemos no Brasil há anos.

Estou em movimento. Busco mudanças e quero pra já.

Eliete Fonseca
Registro MTE 18.902