Sexta-feira, 23 de agosto de 2019 | 03:23

Resende - 20/01/2019 | 21h41m

Revitaliza Resende chega ao Hospital de Emergência

A prefeitura após revitalizar inúmeros espaços públicos nos últimos dois anos, vai começar segunda-feira, 21, a recuperação completa do Hospital Municipal de Emergência. As intervenções vão começar pela troca do piso da ala pediátrica, conhecida como Hospital da Criança, e vão seguir pelos corredores, pronto atendimento, farmácia, consultórios e recepção. A direção do hospital destaca que além do piso, outras reformas serão realizadas, como pintura, troca de portas, reforma das salas vermelha e amarela e muitas outras medidas.

Segundo o prefeito Diogo Balieiro Diniz, desde sua fundação, a unidade nunca passou por este tipo de intervenção. Prova disso, é que o piso que existe atualmente nas dependências do Hospital é muito antigo e viola algumas condições de higiene propostas pela Vigilância Sanitária.

- A troca do piso não será parcial. Nosso objetivo é instalar em todo Hospital, um material moderno, que é o caso do porcelanato, e que elimina riscos de infecção hospitalar, não absorvem qualquer tipo de resíduo ou fluido perigoso para nossos pacientes. Além do Hospital da Criança, vamos passar pelos corredores, salas, farmácia, recepção, pronto socorro, enfermaria e repouso, - disse o prefeito.

Outra boa notícia para a população é que o telhado do CTI, que hoje conta com infiltrações por não passar por manutenções, será completamente trocado, evitando possíveis transtornos no atendimento oferecido pela unidade. Ainda nos próximos meses, a prefeitura vai seguir com as intervenções realizando pintura interna e externa, troca de portas, reforma completa do pronto socorro, sala de hidratação, repouso, enfermaria, sala vermelha e amarela, assim como da farmácia e recepção.

A Secretaria Municipal de Saúde ressalta que no período de obras, o acesso a ala pediátrica deverá ser feito pelo Pronto Socorro Geral, onde uma estrutura especial está sendo preparada para acolher todos os pacientes. O secretário Alexandre Vieira pede que a população tenha paciência durante os trabalhos, mas que a intervenção representa total respeito a população.

Saúde valorizada
Considerada uma das áreas mais atingidas pela crise em todo o país, onde há filas em hospitais, equipamentos quebrados e falta de recursos humanos, a saúde no município vive uma realidade bem diferente e segue na contramão da maioria dos municípios brasileiros, somando resultados positivos desde 2017. Exemplos disso, são a entrega da segunda etapa das obras de revitalização da Nova Santa Casa, cuja inauguração aconteceu esta semana e a realização de diversos mutirões que ajudaram a zerar filas de espera por vários procedimentos.

Além disso, a prefeitura investiu mais de R$ 500 mil na compra de novos equipamentos, entre eles focos e mesas cirúrgicas, autoclaves, monitores multiparâmetros, camas elétricas e diversos instrumentais. A medida, que melhorou as condições de trabalho dos profissionais, também permitiu que a unidade pudesse adotar procedimentos de alta complexidade, como as cirurgias de implantação de prótese de fêmur e de joelho, além de neurocirurgias eletivas, entre elas a artrodese de coluna.

Em 2018, a limpeza e higienização do hospital também passou a ser feita por uma empresa especializada e a unidade está passando por serviços de modernização de sua rede elétrica, que vão deixar suas instalações mais seguras e muitas outras intervenções.