Terça-feira, 19 de março de 2019 | 11:39

Volta Redonda - 20/02/2019 | 12h49m

Samuca quer recomeçar obra em anexo do Hospital do Retiro

A retomada das obras da unidade hospitalar ao lado do Hospital do Retiro foi tema de reunião com o prefeito Samuca Silva, na tarde de terça-feira, 19. O encontro com membros do governo municipal, direção do hospital e representantes da Organização Social responsável pela gestão da unidade, apresentou as medidas que vão permitir que o construtor responsável pela obra volte ao trabalho.

O edifício de cinco pavimentos, idealizado para abrigar uma unidade materno-infantil, é fruto de uma parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, através do programa Somando Forças. De acordo com o gerente Municipal de Convênios, Sílvio Gomide, o município ainda tem mais de R$ 4 milhões a receber, em seis parcelas, do estado para concluir a obra. “Hoje, 35% da estrutura física estão concluídos”, disse.

Durante o encontro, o prefeito discutiu a possibilidade da nova unidade hospitalar ampliar a oferta de serviços de acordo com um estudo de demanda a ser realizado pelo grupo. “Vamos analisar as necessidades da população e definir as prioridades. Talvez o espaço possa ser aproveitado para um Hospital Geral, com serviços de várias especialidades para o cidadão”, explicou. 

O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, sugeriu ainda a análise do perfil das duas unidades em funcionamento no município - Hospital do Retiro e Hospital São João Batista. “Com esse mapeamento, poderemos definir mais acertadamente os serviços oferecidos na nova unidade”, disse.

Participaram do encontro o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto; o secretário de Projetos Especiais e Convênios, Carlos Rosa; o subsecretário de Estratégia Governamental, Fernando Rabelo; o diretor Administrativo do Hospital Santa Margarida, Nelson Kruschewsky dos Santos Gonçalves; o gerente Municipal de Convênios, Sílvio Gomide, os diretores Médico, Paulo Baltazar, e Técnico, Hugo Barcelos, do Hospital do Retiro; além do superintendente Médico, Julien Bello, e da assessora da Presidência, Michele Oliveira Mendes, da Associação Mahatma Gandhi, Organização Social de Saúde responsável pela gestão da unidade.