Domingo, 21 de julho de 2019 | 16:16

Quatis - 15/04/2019 | 07h18m

Quatis e Falcão recebem projeto de dança Zundance

Uma mistura de vários ritmos musicais numa só aula, entre eles, lambada, sertanejo, axé, samba, funk e samba. O projeto de dança Zundance foi lançado na semana passada pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, em dois locais, sendo um na área urbana e o outro na zona rural.

Na área urbana, as aulas acontecerão na Praça dos Direitos Humanos, Jonas Lima Nunes, no bairro Jardim Pollastri, que foi inaugurada pelo prefeito Bruno de Souza (MDB) em dezembro do ano passado. Na área rural, o projeto será desenvolvido no antigo clube do distrito de Falcão. As instalações deste imóvel foram alugadas pela prefeitura justamente com objetivo de promover eventos culturais, recreativos e sociais para a comunidade local.

Segundo o prefeito, “o lançamento de mais um projeto de dança amplia as ações colocadas em prática pela administração municipal com objetivo de promover a inclusão social dos moradores de Quatis, de todas as idades, da criança ao idoso, passando pelos adolescentes, jovens e adultos”. Ele frisa ainda que o novo projeto “vai de encontro à proposta da prefeitura no sentido de ocupar os espaços esportivos do município com atividades permanentes de lazer para a população”.

De acordo ainda com Bruno de Souza, “através do lançamento do projeto Zundance, fica demonstrada novamente a determinação da prefeitura em trabalhar para todas as regiões da cidade, independente da sua localização”.

A coordenação do projeto Zundance caberá ao professor Hudilom Nascimento, que tem licenciatura em Educação Física. Na Praça dos Direitos Humanos, as aulas vão acontecer às terças e quintas-feiras, de 19 às 20 horas. Em Falcão, o projeto será realizado nestes mesmos dois dias da semana, mas nos horários de 9h30min às 10h30min e de 15 às 16 horas. As aulas começaram nos dois locais. Na Praça do Jardim Pollastri, só não haverá aula quando estiver chovendo.

O diretor de Esportes da prefeitura de Quatis, Willian Vilela, explica que a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer tem 20 alunos previamente inscritos para o novo projeto, “mas as pessoas que ainda não se cadastraram e têm interesse em participar poderão se inscrever nos próprios locais e horários de realização das aulas”. A intenção da prefeitura é estender em breve o projeto Zundance também para o distrito de São Joaquim.

- A dança não representa apenas uma alternativa importante de inclusão social, porém proporciona também vários benefícios para o bem-estar físico, mental e emocional de quem a pratica - destacou o diretor.

Willian cita alguns dos benefícios provenientes da prática da dança. São eles: previne a ocorrência de doenças cardiovasculares; provoca a liberação de serotonina endorfina (substâncias importantes para o humor e a autoestima); queima calorias; melhora as condições da memória, a força muscular, a resistência e a aptidão motora; auxilia na prevenção e no combate da depressão; diminui o estresse e a tensão; combate o mal de Alzheimer e aumenta o poder da inteligência, além de evitar o osteoporose (doença caracterizada pela fraqueza dos ossos); ajudar o coração a bombear mais sangue para o corpo e para os músculos; reduzir as dores físicas; e retardar o envelhecimento.