Quinta-feira, 20 de junho de 2019 | 05:05

Matérias - 24/05/2019 | 07h32m

Município realiza Festa da Cultura Italiana

Porto Real
Tradição, história e gastronomia típica são os ingredientes para mais uma edição da Festa da Cultura Italiana. Uma realização da Associação Vittorio Emanuele II, com apoio da Secretaria de Educação, Cultura e Turismo (SMECT), acontece dos dias 6 a 9 de junho, no Porto Real Country Clube, a 19ª edição do evento. Um dos destaques da programação é o tradicional Almoço Della Mamma que contará mais uma vez com show do cantor Renato Gabbiani.

“A Festa da Cultura Italiana faz parte da história de nossa cidade. É uma forma de homenagear os imigrantes que formaram uma das primeiras colônias italianas do Brasil. É preciso manter viva essa tradição que representa uma importante fase do desenvolvimento de Porto Real”, avaliou o prefeito Ailton Marques.

O secretário da SMECT, Robson Paulino da Silva, exaltou o papel da colônia italiana e os reflexos na economia do município. “Realizar a Festa da Cultura Italiana de Porto Real é dar a devida importância da história da colonização italiana”. O evento também promove a economia local e regional, incentivando o turismo e o comércio na cidade, disse o secretário, que ainda reforçou as atividades que acontecerão na festa. “Durante a festa funcionarão barracas com comidas típicas, doces, vinhos, artesanato; diversas atrações musicais, apresentações de dança; o tradicional concurso ‘Bella Ragazza’, que escolhe a Rainha e a Princesa da festa e muito mais”, completou Robson.

“O ano passado tivemos um público estimado em 15 mil pessoas. A expectativa é de sucesso mais uma vez. A entrada é franca e essa edição é em comemoração ao 144º aniversário da imigração italiana no município. Vamos contar com participações especiais como o grupo Mamma Bracciolla e os Pepinos, de São Paulo, que vão interagir durante todo o evento com o público presente”, contou o diretor de Cultura, Luís Fernando da Silva.

O presidente da Associação Vittoriio Emanule II, Paulo Henrique Marassi, o Peu, disse que o evento movimenta consideravelmente a economia da cidade. “Estamos felizes em organizar mais uma edição da Festa da Cultura Italiana. Ela representar uma história que avança por quase 150 anos, desde a vinda das primeiras famílias. A cada edição e com o apoio da prefeitura, notamos que a festa cresce mais. Por se tratar de uma festa cultural e gastronômica, destacamos o valor social do evento, onde proporcionamos a geração de empregos temporários, a movimentação do comércio local e principalmente o turismo no município, uma vez que 70% do público é formado por visitantes” concluiu o presidente.

Foto: PMPR