Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020 | 05:16

Editorial - 15/10/2019 | 09h16m

Barra Mansa e a eleição de 2020

A eleição municipal do próximo ano acontecerá dia 4 de outubro. Um dia antes, Barra Mansa completará 188 anos. Na data, o município terá dois fatos marcantes em sua história.

Além do chefe do Executivo, eleitores terão a oportunidade de votar num dos 19 vereadores do mandato do Legislativo, que começará dia 1º de janeiro de 2021 e terminará dia 31 de dezembro de 2024.

Os grupos, que administram a cidade na esfera política, lançam nomes previamente analisados para tê-los durante o mandato, que se divide em apoiadores e adversários.

A questão de projetos para o morador, estrutura dos bairros periféricos, valorização dos servidores públicos de carreira e prestação de contas aos moradores das indicações aos cargos principais ofertados pelo Executivo e Legislativo como os acordos políticos para alinhamento do quadro eleitoral ficam sob uma cortina, que não está ao alcance daqueles que não fazem parte da organização, que são as pessoas da sociedade distante do contexto explorado.

Do cotidiano acima, o município vai traçando seu quadro de prefeitos, vereadores, secretários, uma infinidade de cargos comissionados e toda a estrutura dos poderes públicos.

Percebe-se claramente, que dezenas de pessoas estão há mais de 35 anos nos cargos ditos de “confiança com indicação política”. Ali fizeram patrimônio, constituíram famílias e permanecem até os dias atuais sem prestar conta dessa situação ao contribuinte barra-mansense e suas gerações.

Há mais de 35 anos.

Igualmente vale analisar, que essas pessoas – as mesmas –, não estão nas respectivas funções através de “concurso público” até porque, muitas nem qualificação curricular têm para ocupar o quadro ocupado por diversas vezes. Assumiram com os seus (os seus) por um acordo político velado, fechado, trancado. Para qual finalidade? A mesma de sempre. A de colaborar com as facilidades para os patrocinadores das campanhas políticas, que precisam dos poderes públicos para agilizar documentos, liberar situações burocráticas para um sistema público e centenas de vezes, burlar o mesmo sem a fiscalização autuar e validar o feito como faz com o cidadão comum, entre outros exemplos.

Barra Mansa completará em 2020, 188 anos dia 3 de outubro. A eleição municipal acontecerá dia 4, domingo.

A corrida pelos votos é acelerada. Ela ocorre diariamente. Novos cidadãos surgem e são necessários para atuar em nome dos mais novos, jovens que precisam de uma qualidade de vida melhor.

Barra Mansa precisa dos mais jovens para mudar o que existe. A expectativa é gigante para que políticos da esfera estadual e federal tenham conhecimento desses fatos, trazendo para o município de 184.412 moradores, de acordo com registro do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), na manhã de 15 de outubro de 2019, outra realidade e que a mesma tenha pulsação eleitoral completamente diferente do que se teve até agora.

Pelos mais jovens indefesos e alheios ao poder dominante local, a política daqui precisa de outros investidores e precisa já.

Eliete Fonseca
Jornalista Profissional
Registro MTE 18.902/RJ