Quarta-feira, 1 de abril de 2020 | 06:35

Matérias - 02/01/2020 | 02h30m

Bairro Cachoeira I recebe implantação de fossas biodigestoras

Mangaratiba
A Secretaria de Meio Ambiente, de Serviços Públicos e a Subprefeitura de Muriqui instalou a primeira fossa biodigestora no município. A ação que faz parte do projeto “Despoluindo Mangaratiba” começou no bairro Cachoeira I e tem como objetivo diminuir a poluição nos mananciais e recursos hídricos que passam pela cidade chegando ao mar, além de ser o início de um trabalho para melhorar a balneabilidade das praias.

O prefeito Alan Costa. esteve no local e falou sobre a satisfação de fazer parte desse acontecimento. “É emocionante fazer parte desse momento para Mangaratiba, tanto como morador quanto como governante. Ver que aos poucos nossa cidade está evoluindo, não tem preço. Com esse projeto, diminuiremos o nível de poluição das nossas praias e rios, trazendo mais tranquilidade e bem estar aos moradores e turistas da nossa cidade que há anos sonham com isso”, disse.

O projeto que é feito com recursos de medidas compensatórias ambientais pretende, segundo o secretário de Meio Ambiente Antonio Marcos, instalar pelos menos 300 biodigestores pela cidade numa média de três anos. “Esta programação está sendo toda mapeada pela nossa equipe técnica para que as fossas possam ser de fato instaladas nas áreas e que a gente comece a tirar a poluição do mar e também das cachoeiras e rios”, completou o secretário.

“Acho que trará muitos benefícios. A gente tem criança e criança frequenta praia e isso vai evitar doenças, contaminação, essas coisas todas”, disse a moradora Luciana dos Santos.

SAIBA MAIS
Os biodigestores são a evolução no tratamento de esgoto doméstico. O biodigestor é uma solução 2 em 1. Sua tecnologia reúne num só produto os processos da fossa séptica com filtro anaeróbio. O sistema de tratamento de esgoto é prático, compacto e eficiente porque elimina até 80% da matéria orgânica presente no efluente. O biodigestor não polui o meio ambiente, cuida da higiene, da saúde e é econômico. Ideal para o tratamento de efluentes sanitários em residências, chácaras, sítios, fazendas e escritórios.

Fotos: PMM