Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020 | 05:25

Matérias - 14/02/2020 | 16h02m

Porto Real salta para 93,7% de crianças matriculadas nas creches municipais

Porto Real
Com a entrega do Centro de Educação Infantil Maria de Lourdes, na RJ-159, na altura do bairro Freitas Soares, no mês de março, a prefeitura atingirá a marca de 93,7% de atendimento no programa de creches municipais. Do total de 611 crianças inscritas, 573 estarão devidamente matriculadas nas unidades existentes.

“Partimos de 52,8%, há menos de três anos, para 93,7% de atendimento com a nova unidade. Este será um recorde histórico do nosso município e um dos mais altos índices do país de atendimento em creches. Com a construção de novas unidades, em Bulhões e no Village, e o remanejamento de algumas turmas, vamos beneficiar 100% das crianças em idade de creche ainda em 2020”, disse o prefeito Ailton Marques.

Em visita à unidade que está sendo completamente revitalizada, ele destacou as condições precárias em que o imóvel se encontrava. “Esta unidade esteve abandonada desde 2005. Dinheiro público jogado fora, servindo de abrigo para o consumo de drogas. Com a revitalização, teremos 150 crianças dando seus primeiros passos na vida educacional aqui nesta unidade”, comentou.

O prefeito lembrou que essa será a segunda unidade entregue a população nos últimos anos. A primeira, no bairro Jardim das Acácias, foi iniciada há 12 anos e inaugurada em dezembro de 2018. “Encontramos solução quando muita gente já tinha perdido a esperança do município contar com essas unidades”, concluiu.

Creche do Village
No dia 3 de março, a prefeitura realizará uma nova licitação para a construção da Creche Municipal do Village. A obra, iniciada pela empresa Capp de Barra Mansa, não atendeu aos prazos previstos em contrato e as exigências legais, apesar de cobranças reiteradas da prefeitura, o que resultou no rompimento unilateral do contrato e da abertura de um novo procedimento licitatório.

Segundo a Procuradoria Geral do Município, ao mesmo tempo em realiza a contratação de uma nova empresa, a prefeitura acionará a Capp de Barra Mansa, por eventuais danos ao erário municipal entre outros procedimentos administrativos.

“Resolvemos partir para uma solução rápida e definitiva para que não ocorra nessa obra do Village, o que aconteceu nas creches do Jardim das Acácias e da RJ-159. Acima do interesse das empresas está o da população”, garantiu o prefeito.

Foto: PMPR