Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020 | 03:52

Matérias - 14/02/2020 | 16h06m

Táxis boats de Mangaratiba tem atividade legalizada

Mangaratiba
A prefeitura realizou quinta-feira, 13, no Centro Social de Capacitação Profissional (CECAP) em Muriqui, a entrega de licenças para 95 barqueiros que trabalham como táxi boats no distrito de Itacuruçá. O licenciamento, que é devidamente concluído pela primeira vez no município, visa legalizar, regulamentar e organizar o transporte marítimo na cidade.

Além de formalizar as licenças, a prefeitura também implantou, em parceria com o SEBRAE, o “Programa de Desenvolvimento e Qualificação dos Barqueiros de Mangaratiba”. A iniciativa visa capacitar os barqueiros, organizar e melhorar a qualidade do serviço oferecido pelos táxis boats, buscando assim, atrair mais turistas, oferecer mais segurança, gerar melhores resultados financeiros para os barqueiros e movimentar a economia do município. O projeto acontece de início no distrito de Itacuruçá, mas será ampliado para todo município.

O Prefeito Alan Costa, destacou a importância da legalização do táxi boat. “Nosso município gira em torno do turismo e tudo que pudermos fazer para melhorar a visibilidade desse setor tão importante para nossa economia, não mediremos esforços para realizar. Com essa legalização dos barqueiros, nossos turistas se sentirão mais seguros e confiantes de virem para Mangaratiba e usarem o táxi boat com mais tranquilidade”, disse o prefeito.

“Hoje estamos dando um ponta pé inicial de todo trabalho que a prefeitura em parceria com o Sebrae vai realizar com os barqueiros do município. Para que assim, eles tenham através dessa licença, o direito assegurado para trabalhar, alcancem melhores resultados financeiros e evitem a pirataria do serviço de táxi boat”, pontuou o Subsecretário de Desenvolvimento, Pedro Lemelle.

O Clodomiro dos Santos, táxi boat há mais de 40 anos em Itacuruçá, comentou a respeito da licença concedida. “Agora o nosso serviço vai oferecer mais segurança e tranquilidade para os clientes. Estamos organizados, não tem mais barco pirata para tirar os clientes da gente”.

“Essa valorização do nosso trabalho é muito importante, porque só assim a gente consegue passar mais credibilidade e organização para os nossos clientes”, disse a Alexandra dos Santos, táxi boat há mais de 15 anos em Itacuruçá.

Além da credencial da licença, os barqueiros também receberam coletes personalizados que servirão como uniforme oficial do táxi boat e um adesivo para identificar a embarcação devidamente legalizada.

Estiveram presentes no evento o Vice-Prefeito, o Chefe Geral de Gabinete, Braz Marcos, o Secretário Municipal de Comunicação, Roberto Castilho, o Secretário Municipal de Cultura, Turismo e Eventos, Roberto Monsores, os Vereadores Emilson da Farmácia, Helder Rangel e Wlad da Pesca, o Presidente da Associação dos Barqueiros de Itacuruçá (ABIT), Francisco Moura, o Coordenador de Pólos Competitivos do Sebrae-RJ, Wiltom Victório, e a Coordenadora do Sebrae, Carol Galdeano, que ministrou a palestra “A Importância do Atendimento ao Cliente - Especial Táxi Boat”, para todos os presentes.

Foto: PMM