Segunda-feira, 13 de julho de 2020 | 20:09

Matérias - 20/03/2020 | 05h59m

Mangaratiba reforça ações no combate ao coronavírus

Mangaratiba
O prefeito Alan Costa, assinou quinta-feira, 19, mais um decreto para reforçar o combate ao coronavírus na cidade. O documento, que segue as determinações do Governo Federal e do Ministério da Saúde, prevê a restrição do acesso às praias, ilhas, orlas, praças; a suspensão de eventos, encontros religiosos, atividades turísticas; e o fechamento ao público de espaços comerciais.

O Decreto n° 1.498/2020 proíbe a permanência de pessoas nas praias, ilhas e praças públicas do município até o dia 15 de abril de 2020 e veda ainda o acesso de qualquer turista às ilhas da cidade e também a Ilha Grande. Neste período, o transporte marítimo só será permitido para moradores, que comprovem residência nas ilhas e para agentes públicos em trabalho.

O embarque de cargas e medicamentos para abastecer a população das ilhas será efetuado somente pelo cais do centro de Mangaratiba. Todas as operações de embarque e desembarque de pessoas e insumos serão fiscalizadas pelos agentes da Guarda Municipal e da Secretaria de Ordem Pública.

Até 15 de abril, também estará proibido o estacionamento nas orlas da cidade e vias principais de acesso às praias. Somente moradores e serviços de entrega terão acesso liberado. Nos próximos dias a Secretaria de Segurança e Trânsito divulgará as ruas com restrições e os procedimentos que deverão ser adotados pelos munícipes.

Cabe lembrar que a desobediência das determinações previstas na normativa sujeitarão ao infrator todas as penalidades previstas em lei.

O Decreto n° 1.498 determina ainda o fechamento ao público de todos os bares, restaurantes, centros comerciais, clubes e quiosques de alimentação, bem como, as atividades comerciais voltadas ao turismo do município, também até o dia 15 de abril de 2020. Os serviços de entrega, seja por aplicativo ou entrega direta, continuam liberados e não sofrerão qualquer alteração.

Também estão proibidas todas atividades que envolvem transporte de passageiros em embarcações turísticas, transfers, city tour e eventos religiosos. O decreto ainda recomenda a suspensão de todos os encontros em templos religiosos para evitar aglomeração.

O prefeito comentou a decisão. "Vamos tomar qualquer medida que seja necessária para proteger a população e reforçar o combate ao coronavírus em Mangaratiba. Estamos seguindo as orientações dos Governos Estadual e Federal, mas só venceremos essa luta, se cada pessoa colaborar. Por isso peço, fiquem em suas casas, evitem circular nas ruas e nos ajudem a cumprir esses decretos. Quanto mais rápido a gente agir, mais rápido vamos poder voltar à normalidade", destacou.

Vale lembrar que estão proibidos na cidade transportes turísticos, passeios de barco e o acesso de estrangeiros a rede hoteleira.