Quinta-feira, 28 de maio de 2020 | 19:52

Matérias - 12/05/2020 | 13h19m

Resende desenvolve plano de ação para educação não-presencial

Resende
A Secretaria Municipal de Educação, preparou um Plano de Ação para a Educação não-presencial durante o período de quarentena e combate ao novo coronavírus. A medida é para evitar que os estudantes matriculados nas 64 unidades de ensino do município, incluindo os Programas e Centros de Educação Especializados, sejam prejudicados nos seus estudos e rotina. 

O Plano de Ação da Secretaria Municipal de Educação foi aprovado por unanimidade pelos membros do Conselho Municipal de Educação de Resende (CEDUR). A deliberação do CEDUR regulamenta o desenvolvimento de atividades escolares não presenciais, em caráter de excepcionalidade, enquanto continuam as medidas de isolamento na prevenção ao coronavírus. Importante ressaltar que nosso município acompanha a decisão do Conselho Nacional de Educação, homologado pelo Ministério da Educação. 

As equipes técnico-pedagógicas devem supervisionar e orientar as atividades desenvolvidas pelos docentes e acompanhar a participação dos alunos. O Departamento Pedagógico da SME junto com os gestores escolares e os orientadores das escolas tem feito esse trabalho com os professores que com muita criatividade e competência buscam atender da melhor forma possível a todos os alunos da Rede. 

O Plano de Ação busca avaliar medidas para garantir o acesso à educação no município, de forma não-presencial durante o isolamento social, em que as aulas presenciais estão suspensas. Em Resende, estão sendo utilizadas ferramentas digitais, como o portal da Educação Municipal (http://educacao.resende.rj.gov.br/), aplicativos de mensagens e redes sociais. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, o Plano de Ação procura criar uma rotina de estudo, garantindo o atendimento não-presencial às crianças, adolescentes, jovens e adultos e todos matriculados nos programas de atendimento especializado. 

- Por ser um momento diferente, com um ensino não-presencial, as atividades devem ser de acordo com a idade e série do aluno. Por exemplo, a Educação Infantil deve ter atividades mais lúdicas; para as turmas de alfabetização devem ter mais leituras de histórias; e o Ensino Fundamental e Médio, devem seguir o Documento Curricular Municipal - ressaltou a secretária de Educação, Rosa Frech. 

Para a Educação do Campo, por conta da dificuldade de acesso à internet, a Secretaria Municipal de Educação, encaminha semanalmente as atividades preparadas pelos professores das escolas aos alunos, uma vez que nosso objetivo é que todos os alunos tenham acesso ao material de estudo. 

Para os alunos que moram na zona rural e que estão matriculados nas escolas urbanas, o material é enviado impresso semanalmente, cabendo a cada unidade de ensino a responsabilidade por planejar as atividades semanais e a Secretaria de Educação garante o transporte deste material ao endereço do aluno. 

Os alunos do EJA, formados por jovens e adultos também estão recebendo apoio neste momento. As escolas que possuem o modelo EJA utilizam diversos recursos para o estudo não-presencial como: estudos dirigidos virtuais, quizzes, plataformas virtuais, redes sociais, chats e vídeoaulas, previstos no Plano de Ação. O material para muitos deles que não têm acesso são oferecidos de forma impressa para que tenham condições de estudo. 

Para os alunos que estão com dificuldade de acesso da zona urbana as escolas já iniciaram o processo de entrega do material impresso começando pelos anos finais, para garantir que eles possam também acompanhar o que vem sendo realizado pelos seus colegas. Lembramos que o nosso objetivo é sempre proteger a saúde de todos e, nesse momento de excepcionalidade, continuar a rotina de estudo para todos os nossos alunos. 

Importante salientar que esta ação educativa só vem sendo possível de se realizar graças ao apoio das famílias, ao trabalho dos profissionais da educação e ao acompanhamento de perto dos gestores escolares de cada uma de nossas unidades: escolas, creches, centros e programas da Rede Municipal de Ensino.