Quinta-feira, 13 de agosto de 2020 | 02:25

Matérias - 14/07/2020 | 18h43m

Saúde quer mais consciência dos moradores para conter Covid-19

Porto Real
Desde o início da pandemia, as autoridades de saúde vêm alertando sobre a importância do comportamento da população no combate ao novo coronavírus. Intensificação de medidas sanitárias; distanciamento e isolamento social; proibição de aglomerações e utilização de máscaras são as principais orientações, ostensivamente faladas por todos que atuam no enfrentamento à doença. Mesmo assim ainda existem aqueles que seguem ignorando todas essas medidas ou mesmo algumas delas.

“São muitos relatos de aglomerações em vias públicas, festas particulares e reuniões familiares em Porto Real. Também ocorrem outras situações que contribuem para a disseminação da Covid-19 como, por exemplo, o desrespeito às normas sanitárias. Há muitas pessoas que fazem o seu papel, porém existe ainda um grande número que oferece risco ao semelhante e a si mesmo”, afirmou o secretário de Saúde, o médico Luiz Fernando Curty Jardim.

As observações do médico reforçam os dados levantados pela Prefeitura de Porto Real, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que divulgou segunda-feira, 13, um balanço atualizado da Covid-19.

No dia 12 do último mês de junho, eram 34 pessoas com diagnósticos confirmados. Já neste mês de julho o número subiu para 103, conforme dados divulgados na segunda.
Até a presente data, o número de curados corresponde a 46, enquanto no mês de junho eram 21 pessoas curadas.

Em relação aos pacientes internados eram dois no dia 12 de junho e atualmente, são sete, sendo cinco no Hospital Regional e o restante no Hospital Geral Municipal São Francisco de Assis. No que se refere aos óbitos relacionados ao novo coronavírus foram registrados um total de três, em decorrência da doença até a segunda-feira, 13.

Segundo a Secretaria, o aumento no número de casos também ocorre pelo fato da testagem ter sido ampliada em cerca de 160%, até o último dia 3 deste mês. Hoje são realizados testes no Laboratório Municipal e nas Unidades de Saúde da Família dos bairros: Jardim das Acácias; Freitas Soares; Bulhões e Jardim Real. No total foram 469 amostras colhidas entre testes rápidos e o RT-PCR (do inglês reverse-transcriptase polymerase chain reaction), que é realizado através do swab (cotonete estéril para coleta de exames microbiológicos).

Consultas
O HGMSFA ainda informou que o número de consultas realizadas em um comparativo entre o primeiro e segundo trimestre deste ano apresentou significativa redução (47%).

No entanto, somente nos 10 primeiros dias de julho em relação ao mesmo período do mês anterior, houve um aumento de aproximadamente 45% no número de atendimentos realizados na Clínica Médica.