Terça-feira, 22 de setembro de 2020 | 11:21

Matérias - 08/08/2020 | 09h30m

Construção de conjunto habitacional na Baixada da Olaria estão em fase inicial

Resende
As obras da construção do conjunto habitacional no bairro Baixada da Olaria estão em fase inicial. Nesta primeira etapa, estão sendo instaladas as estacas da fundação do terreno, que abrigará 64 apartamentos populares destinados aos moradores da região.

O projeto está sendo executado graças a uma parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e o Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Cehab-RJ (Companhia Estadual de Habitação do Rio), que retomaram as tratativas após 12 anos de espera por parte da população.

O projeto desenvolvido faz parte do PAC/FNHIS (Programa de Aceleração do Crescimento/Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social), do governo federal.

O terreno, que mede 3.675,80 m² foi cedido pelo governo municipal, possui uma equipe dedicada ao acompanhamento desta construção.

As obras, que foram iniciadas no começo do mês de junho, são gerenciadas pelo governo estadual, que após processo licitatório, escolheu a construtora responsável. O andamento dos serviços, que respeitam os protocolos de medidas sanitárias contra o novo coronavírus (Covid-19), é fiscalizado pelo Governo do Estado.

A secretária municipal de Desenvolvimento Urbano, Denise Manhães, explicou como está o processo de implantação do projeto das unidades habitacionais no terreno cedido pela prefeitura.

“As obras das 64 unidades habitacionais e infraestrutura de urbanização foram iniciadas a partir do alvará de construção emitido no dia 3 de junho. De lá para cá, a equipe de trabalho da empresa licitada colocou os tapumes para delimitação do terreno e a placa da obra geral. O terreno era bem plano, o que facilitou na hora de sua preparação para receber o serviço de cravação de estacas em andamento. A prefeitura vem acompanhando os trabalhos executados neste empreendimento, batizado de Morada da Felicidade, que concretizará o sonho antigo de 64 famílias do município, em especial, da Baixada da Olaria e Itapuca”, reforçou.

A construção residencial multifamiliar, situada na Rua Henri Antoine Groués Abbé Pierre, lote 44, nº 598, na quadra 1 da Baixada da Olaria, será composta de dois blocos de prédios com quatro pavimentos, totalizando 64 unidades.

A previsão é de que, em setembro deste ano, a Coordenadoria de Habitação, vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, promova a atualização dos dados cadastrais das famílias inclusas neste projeto há 12 anos.

A secretária destacou que a Coordenadoria de Habitação do Município checará o cadastramento das famílias selecionadas, com a finalidade de verificar se seus dados permanecem de acordo com os critérios estabelecidos para a aquisição do imóvel.

- Em 2008 e 2009, foram feitos 64 cadastros socioeconômicos de moradores com perfil de vulnerabilidade social. Existe também uma lista de 30 famílias cadastradas em 2014. Em breve, todos os dados estarão atualizados após checagem completa. As fichas de cadastramento socioeconômico serão reavaliadas, visando determinar se as famílias selecionadas para o empreendimento permanecem dentro dos critérios - acrescentou Denise Manhães.