Terça-feira, 22 de setembro de 2020 | 10:56

Matérias - 29/08/2020 | 10h54m

Dia Nacional Sem Fumo reforça os danos causados pelo cigarro

Angra dos Reis
Comemorado no sábado, 29, o Dia Nacional Sem Fumo foi criado para reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população quanto aos danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco.

Em Angra, por conta da pandemia do coronavírus, a maioria das ações referentes ao tema será efetuada pela internet, embora várias iniciativas educativas/assistenciais estejam programadas para acontecer nas ESFs e UBS ao longo da semana, com enfoque no tabagismo e na infecção da Covid-19, sempre respeitando as medidas sanitárias e de higiene necessárias.

De acordo com a Coordenadora do Programa de Tabagismo do município, foi produzido um vídeo para o público estudantil, com o intuito de coibir a iniciação ao tabagismo, que será trabalhado nas aulas online. O material foi encaminhado para a coordenação de Assistência de Saúde Escolar.

Além disso, também está sendo divulgada uma Webinar (videoconferência) promovida pela Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, com as ações de controle do tabagismo através das tecnologias e mídias sociais.

A ação foi realizada quinta-feira, 27, às 15h, voltada a profissionais de saúde que atuam no tratamento do tabagismo, profissionais da educação que trabalham com o tratamento nas escolas e demais profissionais e ex-tabagistas. O link de acesso para a Webinar é: https://youtu.be/1IInhac9EE0.

Malefícios do cigarro e benefícios para quem larga o vício
O fumo é a causa direta de doença pulmonar obstrutiva crônica - bronquite e enfisema. Além disso, é responsável por diversos tipos de câncer - pulmão, boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rim, bexiga, colo de útero, estômago e fígado -, doença coronariana - angina e infarto - e acidente vascular cerebral, assim como também pode estar ligado a outras doenças e condições - tuberculose, infecções respiratórias, úlcera gastrointestinal, impotência sexual, infertilidade em mulheres e homens, osteoporose, catarata e diminuição da capacidade pulmonar, aumentando o risco de infecções virais e de desenvolvimento de forma grave da Covid-19 no caso de contaminação.

- O cigarro é um dos principais causadores de doenças pulmonares graves, como o câncer das vias respiratórias e de outras partes do corpo, além de interferir em quadros circulatórios predispondo ao infarto do miocárdio e doenças cerebrovasculares. Também ocasiona, dentre outras, doenças de pele, e é fator de complicação para pacientes com Covid-19 - reforçou o médico de família/comunidade (ESF Pontal).

Para quem consegue largar o vício, os benefícios para a saúde são imensos e podem ser sentidos em pouco tempo.

Após 20 minutos, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal; após 2 horas, não há mais nicotina circulando no sangue; após 8 horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza, após 12 a 24 horas, os pulmões funcionam melhor; após dois dias, o olfato percebe melhor os cheiros e o paladar faz a degustação da comida de melhor forma; após três semanas, a respiração se torna mais fácil e a circulação melhor; após um ano, o risco de morte por infarto do miocárdio é reduzido à metade e após 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.

Em Angra, existe o Programa de Tabagismo, ligado à Secretaria Municipal de Saúde, destinado a pessoas que estejam interessadas em cessar o hábito.

As inscrições para o programa podem ser efetuadas no CEM Centro, ESF Morro do Carmo, ESF Centro, ESF Morro da Caixa D‘Agua, ESF Morro da Carioca, ESF Praia do Anil, ESF Morro do Peres, ESF Sapinhatuba II e ESF Marinas (1º distrito); ESF Pontal e CEM Japuiba (2º distrito); ESF Jacuecanga, ESF Monsuaba, ESF Petrobrás, ESF Camorim I e II e ESF Cantagalo (3º distrito) e ESF Bracuí (4º distrito).

Informações podem ser obtidas através da Coordenação do Programa de Tabagismo, na Secretaria de Saúde pelo telefone (24)3377-6538. Endereço: Rua Alm. Machado Portela, 85, sala 110, Balneário.