Domingo, 11 de abril de 2021 | 12:10

Matérias - 05/03/2021 | 13h49m

Mangaratiba inaugura ‘SALA LILÁS’

Mangaratiba
A Secretaria de Saúde inaugurou no Hospital Municipal Victor de Souza Breves (HMVSB), a ‘Sala Lilás’. Mangaratiba é agora o primeiro município da Costa Verde e o quinto do Estado do Rio de Janeiro que terá esta unidade de atendimento especializado.

A inauguração da Sala Lilás acontece no mês em que o Programa ARTE VIVA, coordenador do projeto, completa quatro anos de existência. O Programa Arte Viva, órgão subordinado à Superintendência de Atenção Básica, é o responsável pelo planejamento de ações estratégicas para prevenção e enfrentamento de violência contra as mulheres, crianças, adolescentes, idosos, pessoas com transtornos mentais, LGBTI e negros. Com a implantação Sala Lilás, o programa ganha agora mais um equipamento de saúde para auxiliar e agilizar o processo de acolhimento e atendimento das mulheres vítimas de violência no município.

A psicóloga Elisa Goulart, Coordenadora do Programa Arte Viva, explicou como será o funcionamento da Sala Lilás. “Nesse espaço, a mulher seja ela criança, adolescente, adulta ou idosa, que é vítima de violência física e/ou sexual, receberá um atendimento especializado e humanizado sem ser exposta na recepção do hospital. Com um acolhimento sigiloso, uma escuta qualificada, onde as enfermeiras levantarão todas as demandas de saúde e sociais de vulnerabilidade da vítima e logo após esse primeiro atendimento, ela será inserida na rede de apoio composta pelas Secretarias de Assistência Social e Direitos Humanos, Educação, Saúde e Segurança, Polícias, Justiça e o CREAM, para que assim seja garantida a essa mulher toda a integralidade da assistência”, finalizou a coordenadora.

Para a secretária de Saúde, Sandra Castelo Branco, essa conquista é um grande diferencial e um marco histórico para a cidade. “Essa é a quinta Sala Lilás inaugurada em todo o Estado do Rio de Janeiro. Há muito tempo nós estávamos esperando por esse espaço e ele chegou. Estamos muito felizes por mais essa conquista da saúde em prol das mulheres de Mangaratiba. Parabéns e obrigada a cada secretaria envolvida nesse projeto lindo e tão essencial que é a Sala Lilás”, destacou.

“Sem sombras de dúvidas, agora a rede de apoio às mulheres fica mais forte com a chegada da Sala Lilás em Mangaratiba. Todo o processo de acolhimento das vítimas será agilizado, visando minimizar um desgaste ainda maior dessas mulheres que antes eram encaminhadas para o município de Angra dos Reis para serem atendidas”, pontuou o Delegado da 165ª DP, Dr. Anderson Ribeiro.

Segundo o secretário de Finanças e Governo, Luiz Cláudio Ribeiro, as mulheres serão ainda mais valorizadas. “Quem ganha são as mulheres de Mangaratiba, essa conquista é delas, pois agora terão um espaço exclusivo e com total discrição, respeitando e preservando o direito à saúde e a dor dessas mulheres que são vítimas de pessoas inconsequentes”, disse o secretário.

Vale ressaltar que todos os profissionais da rede de apoio foram qualificados e treinados, inclusive em outras ‘Salas Lilás’, para realizarem esse tipo diferenciado de atendimento e assistência a essas mulheres. Toda capacitação foi coordenada pela equipe técnica do Programa Arte Viva.

“É uma grande conquista para nós mulheres mangaratibenses em saber que agora temos mais um espaço tão importante em nossa cidade voltado para a nossa proteção e preservação dos nossos direitos básicos. Obrigada a prefeitura e a todos os envolvidos da Sala Lilás pelos incansáveis esforços para tornar esse sonho em realidade”, comentou a presidente do Conselho da Mulher de Mangaratiba, a psicóloga Stefânia Lima.

Estiveram presentes na inauguração o secretário do Juiz de Mangaratiba, Felipe Oliveira, o secretário de Comunicação, Roberto Castilho, a coordenadora do CREAM, Aline Calazans, e a Equipe Técnica do Programa Arte Viva.

Fotos: PMM