Sexta-feira, 19 de agosto de 2022 | 20:47

Matérias - 05/08/2022 | 10h26m

Mangaratiba amplia projeto SANEAR

Mangaratiba
Uma ação que vem sendo realizada pela prefeitura está mudando a realidade de centenas de moradores que não contavam com saneamento básico em suas residências. É o Sanear Mangaratiba, um projeto de microsaneamento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que efetua a instalação de biodigestores em áreas residenciais da cidade. A iniciativa está atendendo famílias dos bairros Cachoeira I, II e III, em Muriqui, e também da Fazenda Ingaíba.

O Sanear Mangaratiba visa com a instalação de biodigestores, diminuir a carga orgânica que chega nos rios, cachoeiras, praias e córregos. A iniciativa tem custo baixo, eficiência de até 86%, e ainda ajuda a proteger os recursos naturais, preservando o meio ambiente e garantindo mais qualidade de vida para a população.

O projeto inclui o levantamento técnico das casas que poderão ser contempladas e o preenchimento de um formulário de cadastro. A ficha tem como foco identificar se as famílias atendem aos seguintes pré-requisitos: ter renda familiar de até um salário mínimo; residir próximo a corpo hídrico; não possuir sistema de esgotamento sanitário e dispor de espaço para instalação do biodigestor. Os moradores são atendidos de acordo com a necessidade sanitária de seu imóvel. Até o final do ano, o programa contemplará aproximadamente 300 casas do município.

O secretário de Meio Ambiente, Antonio Marcos Barreto, vê no projeto uma enorme possibilidade de preservação ambiental e de benefícios para os moradores.
“Estamos trabalhando para minimizar o impacto do esgotamento sanitário descartado indevidamente nos nossos recursos hídricos. Esse é um projeto que não carece de investimento alto, mas faz uma enorme diferença na preservação do meio ambiente, na qualidade de vida das famílias e no combate à poluição”, explicou Barreto.

SAIBA MAIS
Os biodigestores são a evolução no tratamento de esgoto doméstico. O biodigestor é uma solução 2 em 1 e a sua tecnologia reúne em um só produto os processos da fossa séptica com filtro anaeróbio. O sistema de tratamento de esgoto é prático, compacto e eficiente porque elimina até 86% da matéria orgânica presente no efluente. O biodigestor não polui o meio ambiente, cuida da higiene, da saúde e é econômico, além de ideal para o tratamento de efluentes sanitários em residências, chácaras, sítios, fazendas e escritórios.

Os recursos para implantação dos biodigestores em Mangaratiba são oriundos de medidas de compensação ambiental.

Foto: PMM