Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | 07:18

Matérias - 09/02/2024 | 09h19m

SMECT terá primeira escola 100% integral de 2024

Porto Real -A Secretaria de Educação de Porto Real (SMECT) segue inovando no ensino público municipal e neste ano letivo de 2024, a Escola Marina Graciani Fontanezzi, no bairro Bulhões, passará a funcionar em horário integral. De acordo com a Secretaria, as aulas terão início em março e nova grade curricular contará com novas disciplinas e atividades extracurriculares direcionadas ao desenvolvimento profissional e empreendedorismo.

De acordo com a SMECT, os estudantes serão atendidos de segunda a sexta, de 7 às 16h20. Na parte da manhã, serão ministradas as aulas referentes ao Ensino Fundamental II, e na parte da tarde, além de Educação Física e Arte, os estudantes também terão atividades voltadas para informática, inglês profissionalizante, educação ambiental, educação Socioemocional, educação financeira, reforço escolar e sala maker.

Maria Madalena Ferreira, secretária de Educação, destaca que o ensino integral teve início no ano de 2023, com a criação do projeto ''Escola Inovadora''. Para este ano, a unidade passará por modernizações, como a instalação de Smart TVs e novos equipamentos de informática para oficina na Sala Maker, e ainda a alimentação escolar será reforçada com mais refeições no dia.
"Nossa ação vai de encontro ao Plano Nacional de Educação definido pelo MEC, que visa ampliar o número de matrículas de tempo integral na educação básica nacional. No último ano fizemos a implantação parcial e agora vamos iniciar um projeto mais completo e mais estruturado" explicou a secretária.

O prefeito Alexandre Serfiotis relembra que o projeto Escola Inovadora foi bem aceito pela comunidade escolar e reforça o sentimento de otimismo com a Educação Municipal. Alexandre ainda destaca que, conforme previsto no plano de governo, o poder executivo está em fase de ampliação da oferta de ensino integral, pois este ano todas as turmas de berçário das creches também estão funcionando em período integral.
"Estamos ansiosos com a implantação do horário integral, pois no último ano os estudantes viveram grandes experiências que potencializaram o ensino dentro de sala de aula. Queremos sempre fazer a diferença na vida profissional dos nossos jovens e prepará-los para as novas experiências após o ciclo escolar", finalizou Serfiotis.

Foto: PMPR